05/09/2013 21:42

Matéria veiculada pelo Blog Divi-100, no dia 7 de maio de 2010

Prestação de contas mostra a péssima gestão da saúde

Situação do Pronto-Socorro em maio de 2010: pacientes em macas nos corredores, superlotação e muita reclamação; alguma coisa mudou?
 

A Secretaria Municipal de Saúde apresentou sua prestação de contas relativa ao primeiro trimestre de 2010. Alguns dados mostram que realmente a saúde em Divinópolis vai mal e toda cobrança que se fizer em cima desta gestão, ainda é muito pouco. Na comparação dos dados com governos anteriores é possível ver a incompetência da atual gestão, pois a situação piorou de forma considerável. 

Alguns dados chamam a atenção. Em três meses foram realizadas apenas 30 cirurgias de mama em Divinópolis. A fila de espera é enorme e muitas mulheres já estão há mais de um ano aguardando pelo procedimento. Mais grave, ainda, é que destas 30 cirurgias apenas 12 foram feitas em pacientes divinopolitanas, ou seja, apenas quatro a cada mês. As outras 18 foram pacientes procedentes de outras cidades.

Em três meses foram apenas 17 cirurgias oftalmológicas, cuja responsabilidade é do médico Alair Rodrigues Júnior, filho do diretor do Hospital São João de Deus, Alair Rodrigues Araújo. O mais grave são as denúncias de que ele usa o aparelho, que pertence ao SUS, para cirurgias particulares.

Em três meses, a União repassou R$ 14,5 milhões para a saúde em Divinópolis. Agora, pasme, no mesmo período, o Estado repassou pouco mais de R$ 400 mil. Onde estão os “competentes” deputados estaduais?

—————

Voltar